Um Café da Manhã de Domingo

Café-da-ManhãSentados à mesa para um perfeito café-da-manhã de domingo, onde a

mesa é arrumada com aquela perfeição bagunçada, típica do dia de

folga e após um noite de boa comida e vinhos, o casal conversa

despretensiosamente sobre assuntos leves e aleatórios ate que a

esposa dispara:

Ela – Amor, o que vamos fazer hoje?

Ele – Hoje é o dia em que posso fazer o que você quiser!

E ele ainda pensa, mas não verbaliza: como em todos os dias, nos

momentos em que não trabalho. Mas ele de verdade não se importa com

isso, ele até gosta de fazer o que ela e o filho querem, faz questão de

poucas coisas, agradá-los por exemplo, e algumas outras que certamente não abre mão! Mas não era o caso.

Ela então continua: – Precisamos passar na casa da mamãe, mas

também quero levar o pequeno ao cinema, porque ontem ficamos em

casa, você trabalhou pela manhã e à tarde choveu.

Ele: – É verdade, sem problemas, vamos ao cinema e à casa de sua

mãe.

Mesmo assim ele pensa: mas me diverti ontem… Atendi poucos

e bons clientes, dos quais eu gosto e que têm bom papo,

cheguei em casa almocei, cochilei enquanto o filhote via um filme,

depois fomos jogar bola no campinho perto de casa, tomamos banho

de chuva, fomos ao mercado comprar os ingredientes para um jantar

bacana que fizemos em casa, como de forma geral, adoramos fazer. Um

dia prazerosamente comum!

Nesse momento ela está mais uma vez navegando em seu

smartphone em busca de programas de domingo. Imersa na escolha

de filmes e horários e reinicia o dialogo:

Ela – Vamos ver o filme do ursinho? Acho que ele vai gostar! Mas não é

animação!

Ele: – Ótimo!

Ela: – Temos este e aquele horário, mas temos que ir na mamãe, então

o melhor é às 18:10h no UCI.

Ele: – OK, pode comprar.

Ela: – Cadê seu cartão de credito?

Ele a olha e pensa: Ela não sabe onde está o dela?

Mas responde: – Na minha carteira.

Ela pega a carteira dele, retira o cartão e diz: – Vou pagar no seu cartão

por que só ASSIM você paga meia entrada!

Ele pensa, mas não fala: – Por isso amo esta mulher! Ela pensa em

tudo!

Ela continua:- Em qual lugar ficamos?

Ele: – Tanto faz, meu amor, qualquer lugar!

Ela dispara de sua maneira peculiar: – VOCÊ NÃO DECIDE NADA!!!

Ele diz então: – Meu Amor, só há duas coisas que gostaria de decidir

nesta casa!

Ela: – O quê?

Ele responde esperançoso: – Quanto gastamos e o que comemos nesta

casa!

Ela, sem nem tirar os olhos da revista que agora lê, responde: – Então

você não quer decidir nada mesmo!!!!

Ele dá um pequeno sorriso de canto de boca para que ela não perceba

e pensa novamente: POR ISSO EU AMO ESSA MULHER!!!

Ce est la vie!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *